Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Por que não criar um espaço de cura dentro de si mesmo, para si mesmo ?



A cura emocional está na vanguarda da sua evolução, à medida que você continua avançando em seu processo de transformação. Muitos de vocês estão se tornando cada vez mais conscientes da importância de honrar seus sentimentos, particularmente aqueles que não foram abordados e estão ligados a feridas principais que estão buscando cura.

A primeira coisa que deve ser feita para iniciar o processo de cura é criar um espaço seguro para você. Isso significa entrar como seu pai amoroso, melhor amigo e sábio guia. Isso significa não apenas que você deve entrar em limites adequados e saudáveis cercando-se de pessoas seguras que apoiem sua saúde e bem-estar, mas também que você deve parar imediatamente seu autocontrole (verbal e outros), autojulgamento e quaisquer escolhas que levem a você ferimento adicional.

Nós pedimos que você crie um espaço de cura dentro de si mesmo, para si mesmo - um ninho de nutrição, se quiser, que permitirá que a cura ocorra sem o medo de ser abusado por outro ou por si mesmo. Isso significa desligar o seu discurso negativo e substituí-lo por amor, aceitação e encorajamento. Significa comprometer-se a dar-se sempre o mesmo cuidado amoroso que você dá aos outros. Significa sentar-se consigo mesmo de uma forma totalmente nova, que permitirá que as partes que anseiam por seu amor e atenção tenham coragem de apresentar suas necessidades e se sintam seguras o suficiente para não apenas curar, mas para integrar-se integridade dentro de você.

Se você pudesse imaginar o espaço mais seguro, maravilhoso e confortável para a cura, como seria? Se você pudesse imaginar a orientação e o amor mais seguros de si mesmo, como seria isso, tanto hoje quanto para seguir em frente? Criar uma ligação segura e íntegra dentro de você é a chave para avançar, sem medo, para uma conexão confortável e prosperar em sua mais alta expressão de si mesmo.

Arcanjo Gabriel através de  Shelley young

Traduzido por Interconexão.

Postar um comentário

0 Comentários