Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Você Teme a Velhice?




De modo geral, esse temor provém de duas fontes. Em primeiro lugar está o pensamento de que a velhice pode trazer pobreza. Em segundo lugar, e muito mais comum, de ensinamentos falsos e cruéis do passado, muito bem misturados com “fogo e enxofre” e outras superstições, astutamente planejadas para escravizar o homem pelo medo. No temor básico da velhice, o homem tem duas razões sólidas para apreensão: uma nascida da desconfiança em relação a seus semelhantes que poderão se apossar de todos os bens terrenos que possui, outra originada dos quadros terríveis que seu espírito guarda do mundo do além.

A possibilidade de doença, mais comum na velhice também é causa que contribui ao temor da idade. Erotismo também contribui para o medo da velhice, pois ninguém se alegra com a ideia da diminuição da atração sexual. A causa mais comum de medo da velhice está ligada a possibilidade de pobreza. “Asilo” não é palavra bonita. Arrepia a todos os que encaram a possibilidade, de ter de passar os últimos anos numa instituição para velhos pobres. Outra causa que contribui ao temor da velhice e a possibilidade de perda de liberdade e independência, pois a idade avançada pode trazer a perda tanto da liberdade física como da econômica. 

 Quatro Sintomas que Demonstram Medo da Velhice 

1. Diminuição prematura de ritmo: Tendência de diminuir o ritmo por volta dos quarenta anos – idade da maturidade mental – e de desenvolver um complexo de inferioridade acreditando-se decadente devido à idade. 

2. Desculpas pela idade: Hábito de falar, como quem se desculpa de estar velho, só por ter alcançado a idade de quarenta ou cinquenta. Ao contrário, dever-se-ia expressar gratidão, por se ter alcançado a fase da sabedoria e da compreensão. 

3. Perda da iniciativa: Iniciativa, imaginação e autoconfiança se perdem quando se acredita, falsamente, que se é velho demais para exercer tais qualidades. 

4. Disfarçar-se de jovem: Hábito de adotar vestuário e maneiras de gente moça. O que só causa ridículo, diante de amigos e estranhos e é bastante comum. 


Elimine o medo da velhice, tomando a decisão de aceitá-la, não como desvantagem, mas como benção, que traz sabedoria, autocontrole e compreensão desconhecidos à juventude. Isente-se do medo das doenças com a decisão de esquecer os sintomas. 


#trecho de livros com Pense e Henriqueça - Napoleon Hill

Para mais:

Postar um comentário

0 Comentários