A raposa simboliza inteligência, adaptabilidade, astúcia, sagacidade, e é conhecida em algumas culturas como uma trapaceira. Em outras culturas, como a celta, a raposa é vista como um guia espiritual, que o ajuda a navegar no mundo espiritual. As raposas também são símbolos de espiritualidade, criação, presságios e vida após a morte.

O engenhoso guardião da chama, o guia daqueles que se perdem no escuro, é um professor que desafia a adaptabilidade, a inteligência e a capacidade de resposta. Na verdade, essas criaturas são extremamente inteligentes e extraordinariamente engenhosas. De estratégias de caça a camuflagem - a raposa trata de viver a vida com atrevimento, classe e alegria.

A Raposa é excelente caçadora, um dos animais mais inteligentes e perspicazes da natureza. Chama atenção por sua sua capacidade olfativa e auditiva pois são capazes de identificar à grande distância tanto animais rivais quanto fonte de comida. Experiências identificaram que ela capta o som de relógios a mais 40m de distância. É muito rápida e forte para seu tamanho. Seu instinto gera rápidas e sábias decisões garantindo que saia vitoriosa de combates com rivais maiores pela rapidez de seus movimentos certeiros.   Além disso, se mantém à espreita em silêncio total; podem se aproximar da presa sem ser vista até pouquíssimos metros de distância.

É um ótimo arquétipo para as pessoas que desejam sair da procrastinação ou precisam se adaptar a novas mudanças na vida.

Raposas, tanto macho quanto fêmea, demonstram enorme carinho por sua prole. São altamente responsáveis e amáveis. A mãe não abandona o covil antes de 02 semanas do nascimento e, durante esse tempo, alimenta os filhotes e é alimentada pelo macho que sai em busca de comida para a prole e para a fêmea. Vivem em recanto, que é o nome dado às covas que ela própria constrói. Fazem isso em florestas, jardins, montanhas e até mesmo em porões e sótãos. Ou seja, em qualquer lugar em que tenha proteção.

São insociáveis, mesmo entre a espécie. Gostam de viver a própria vida sem interferência e seus hábitos são noturnos. Caçam sozinhas ou com seus pares.

A raposa às vezes tem má reputação porque muitas culturas consideram sua inteligência complicada e possivelmente perigosa.

Quando a raposa aparece no baralho cigano, quando não está se referindo a astúcia da própria pessoa ou a sua necessária para alcançar algum objetivo, normalmente ela aparece como um alerta sobre uma situação complicada ou uma pessoa astuta e talvez ardilosa em sua vida.

Metaforicamente, pessoas que demonstram comportamentos desleais e traiçoeiros são chamadas de ''raposas''.

No entanto, a raposa sempre usa sua inteligência para se adaptar ao seu ambiente e estar no topo do jogo de sobrevivência. Essa é pelo menos uma das razões pelas quais “astuto como uma raposa” é um elogio para aqueles que conseguem encontrar uma saída em situações difíceis e “enganar” seus adversários.

É um animal de elevadíssima intuição e sensibilidade, que dificilmente cai em armadilhas. É um arquétipo ambivalente, conhecido pela inteligência e pela malandragem. Assim ela traz essas e outras qualidades enquanto arquétipo como; Astúcia, adaptabilidade, intuição, o jogo de cintura do malandro, o pensamento sempre um passo a frente do adversário, o atrevimento e a desenvoltura.


NA MITOLOGIA

Em muitos contos europeus, a raposa é um personagem que supera os humanos e outros animais, mesmo nas situações mais difíceis. Na mitologia mesopotâmica inicial, a raposa era um dos animais sagrados da deusa-mãe suméria, Ninhursag.

Em um mito antigo, Enki, o deus sumério da água, estava morrendo de uma doença que nenhum dos deuses poderia curar, exceto Ninhursag, que não estava em lugar nenhum. Apenas sua raposa sabia como encontrá-la e isso a guiou até Enki, a fim de curá-lo. Na tradição européia antiga, a raposa era uma mensageira dos antigos deuses da floresta e era considerada um símbolo de fertilidade.

No entanto, principalmente na Idade Média, a raposa era associada ao trabalho do Diabo por causa de suas atividades noturnas.

Os celtas acreditavam que a raposa era um guia. Eles não apenas estimavam a raposa como um guia na floresta, mas também no mundo espiritual. Os Germanos acreditam que a raposa é o animal simbólico do Deus Loki.

No Xamanismo, é o Animal Totem da Esperteza e da Sutileza. Os xamãs evocam o espírito da Raposa para aguçar a intuição e harmonizar a mente com a natureza, para impulsionar a capacidade de reação diante de uma situação duvidosa.

Assim ela também é um arquétipo para resolução de problemas, quando você não sabe o que fazer para sair de uma situação, a raposa pode trazer o impulso instintivo, seja para ação ou palavra.

Tanto na China como no Japão, a raposa é considerada um animal feiticeiro que está associado à natureza feminina instintiva e primitiva da mulher. Também acredita-se que as bruxas são capazes de se transformar em raposas. E em alguns contos, as raposas simbolizam almas penadas ou representam aspectos contraditórios/complementares da consciência humana.

Na cultura chinesa, a raposa está ligada à vida após a morte. Em suas tradições, ver uma raposa é geralmente visto como um sinal, de espíritos na vida após a morte ou reino espiritual. Eles também têm histórias que retratam a raposa como uma criatura mágica que se transforma em outras criaturas, humanos e plantas.

Esses metamorfos são geralmente vistos como símbolos de tentação, que drenam a energia de suas vítimas. A raposa de nove caudas também aparece na mitologia chinesa, onde aparece como uma bela mulher destinada a enganar os homens e consumir seus espíritos.

Os chineses consideram as raposas tanto bons quanto maus presságios. Eles são criaturas benevolentes ou comedoras de homens. Assim como com qualquer coisa espiritual, pode ser complicado e pessoal.

Na China, a raposa também detém a fama de possuir grande quantidade de Força Vital, por viver em buracos, que são forças geradoras da Terra. Mas na antiga China, os caçadores caçavam as raposas para cortar suas caudas, pois acreditava-se que uma cauda de raposa presa ao braço tornava a pessoa sexualmente irresistível.

Na Ásia Oriental, as raposas são importantes símbolos eróticos. No Extremo Oriente, acredita-se que a raposa possui o ‘’Elixir da Vida’’ - tendo muita longevidade -, e também que ela pode dar origem à possessões demoníacas.

Pessoas e raposas viveram juntas no Japão antigo, e é por isso que eles têm tantas lendas sobre essas criaturas espirituosas. Para os japoneses, Kitsune ("raposa" em inglês) é um mensageiro divino da divindade Inari. As estátuas Kitsune são frequentemente adornadas com babadores votivos vermelhos, chamados yodarekake. A cor vermelha é associada à Inari e os adoradores costumam colocar esses babadores votivos nas estátuas dos santuários de Inari para estabelecer um vínculo com Inari, a Divindade da Abundância do Xintoísmo, que traz a fartura e protege os comerciantes.

Acredita-se que o Kitsune possui habilidades sobrenaturais que só aumentam à medida que envelhecem. E de acordo com o folclore Yōkai, uma de suas habilidades sobrenaturais é a de mudar para a forma humana.

Após atingir a idade de 100 anos, o Kitsune se torna um metamorfo, com a habilidade de assumir a forma humana. Acredita-se que eles tenham inteligência, sabedoria e poderes mágicos superiores. Às vezes, o kitsune usa essa habilidade para enganar ou testar humanos, enquanto outras vezes ele a usa para se tornar um amigo, amante ou até mesmo esposa - essa é uma habilidade raposa!

Kitsune também é um espírito da chuva, o mensageiro de Inari, o kami das raposas, fertilidade, arroz, chá, saquê, agricultura, prosperidade, sucesso e um dos principais kami do xintoísmo. É por isso que a raposa é considerada um mensageiro sagrado do deus japonês. A parte mais interessante dos mitos do Kitsune é que quanto mais caudas um kitsune tem, mais velho, mais sábio e poderoso ele é.

Um kitsune pode ter até 9 caudas, que é quando eles se tornam quase uma divindade e, tradicionalmente, são adorados como um só.

O Espírito da Raposa foi lindamente retratado como Kyūbi no Yōko , ou Kurama como nomeado pelo Sábio dos Seis Caminhos , em Naruto - a popular série japonesa de mangá / anime.

Talvez a representação mais famosa da raposa possa ser encontrada nas Fábulas de Esopo , o escravo e contador de histórias que viveu na Grécia Antiga. Em A raposa e o corvo , os dois animais se tornam arquétipos e a raposa prova que a inteligência é uma virtude. Em última análise, o espírito da raposa é um dos amigos mais antigos da humanidade. Um amigo que orienta, ensina e, quando necessário, testa a capacidade de ajudá-lo a superar seus limites.

Muitos livros brincam com o “simbolismo da raposa e do coelho”. Os livros infantis usam esses arquétipos para representar diferentes aspectos psicológicos, de uma forma familiar que uma mente jovem pode entender. Eles também podem nos ajudar a compreender os mistérios de nossa vida adulta.

Enquanto na maioria das antigas fábulas e mitologias a raposa parece representar um vilão, a raposa também pode ser vista como um guia que oferece sabedoria, conselhos e mensagens poderosas.

“Para vós, não sou nada mais do que uma raposa como cem mil outras raposas. Mas se você me cativar, então precisaremos um do outro. Para mim, você será único em todo o mundo. Para você, serei único em todo o mundo ... ” - palavras da famosa raposa de O Pequeno Príncipe de Antoine de Saint-Exupéry

Como um animal espiritual, a raposa é um professor que o orienta no escuro e ensina como encontrar o caminho para contornar os obstáculos. Como um totem, a raposa ajuda você a desenvolver sua inteligência e adaptabilidade. Porque o ajuda a aumentar sua consciência e capacidade de resposta, o Espírito da Raposa é uma excelente ajuda em situações complicadas.

E por causa de sua afinidade com atividades noturnas, a raposa é um grande guia no mundo dos sonhos e pode ajudá-lo a evoluir como um onironauta - uma pessoa que explora sonhos lúcidos, dominando-os e conduzindo seus eventos.. Quando a raposa aparece para você como um animal, animal espiritual ou símbolo, isso pode indicar que você precisa aumentar sua consciência.

A raposa também parece ajudá-lo a ver através do engano, guiando-o no caminho certo para você, especialmente quando você se sente tentado a seguir um caminho que não lhe serve.

Características Positivas desse arquétipo:

Criatividade - Paixão - Sabedoria - Charme - Inteligência - Nobreza - Proteção - Orientação - Alegria - Astúcia - Esperteza - Perspicácia - Intuição - Observação - Organização - Praticidade -Rapidez no fluxo mental - Facilidade na resolução de problemas - Aumento de libido - Sensualidade - Sagacidade - eficiência - Poder de atração e magnetismo pessoal - Proteção espiritual.

Traços negativos da raposa:

Ardiloso - Egoísmo - Trapassa - Traição - Solidão - Escrutínio - Dissimulação - insociável


Ao viver esse arquétipo você poderá se tornar gentil e amável como a raposa, mas não hesitará em ser astuto se a situação exigir. Você pensará rapidamente nas melhores soluções e passará mais rapidamente por desafios e obstáculos. Você analisará mais as coisas e observará com atenção, e isso o ajudará  a navegar pela vida com facilidade e tomar melhores decisões. Superará desafios e assumirá riscos. 

O arquétipo da raposa é um bom professor quando se trata de amor. Tudo fica muito mais claro  com este  arquétipo, inclusive as relações. Dizem que o amor é uma loucura temporária, porque fica difícil ver a coisa real por trás das ações das pessoas e tomar a melhor decisão pra si ou em benefício mútuo, mas a raposa pode ajudar a ver o quadro geral mesmo estando cegos de amor. Não se engane com insociabilidade da raposa, muitas quando formam um par permanecem monogâmicas, são boas parceiras e protetoras da família, elas são insociáveis com os outros.

"Com este arquétipo a Paciência também será sua virtude. Você não se importará em esperar se isso significa o sucesso de seu esforço ou o valor de uma vida inteira de felicidade". Mas fique atento porque ela pode vir para te ensinar justamente isso, paciência, espera, e você tem que estar disposto a aprender.

PARA O QUE UTILIZAR O ARQUÉTIPO DA RAPOSA?

Como arquétipo de poder a raposa traz toda a sua simbologia, traços e instintos dos quais já falamos, assim uma pessoa que sente que precisa de qualquer um dos traços que ela encarna pode se conectar com ela os solicitando. Mas seguem aqui alguns exemplos:

ESTUDOS - Como um arquétipo que estimula muito o fluxo mental e inteligência é uma excelente escolha por quem está precisando estudar para passar em alguma prova, exame ou concurso.

PROCRASTINAÇÃO -  Por ser muito ágil é um ótimo arquétipo para as pessoas que desejam saírem da procrastinação

SOLUÇÃO -  Resposta física e mental que a faz escapar das situações mais difíceis.

INTUIÇÃO E MAGNETISMO PESSOAL - É utilizado por muitas mulheres para aumentar a intuição e o poder de atração e magnetismo pessoal.

Energia Yang - A raposa tem energia predominante Yang então funciona muito pra quem está com a energia yin em alta equilibrando assim as duas.

PERSUASÃO - Para vendas e influência - Como um arquétipo de astúcia e malandragem pode ser utilizado por vendedores, marqueteiros, e outras profissões que exijam uma boa lábia e eloquência para induzir a compra ou um outro comportamento.

NEGÓCIOS/ EMPRENDEDORISMO- Astúcia e esperteza são excelentes para empreender. Pensar a frente, criar, ter ideias de como resolver problemas e transformar isso em um negócio. Só precisa ser usado com cautela - "Ninguém quer fazer negócios com uma raposa" que pensa só em si. Depois é preciso de outros arquétipos para estabelecer, gerir e fazer crescer um negócio e as pessoas que trabalham nele.

Essa sabedoria de quando usar, quando soltar um pouco, e quando unir outro arquétipo precisa ser trabalhada criando um equilíbrio entre as qualidades arquetípicas que são necessárias em cada fase de nossos objetivos.


CUIDADOS: O Lado Sombra é igualmente forte, e o indivíduo terá que controlar o instinto egoísta que será aflorado com esse arquétipo, também estar atento para não ultrapassar os limites morais, articulação é uma ferramenta interessante e benéfica quando utilizada pensando nos dois lados, no beneficio mútuo.

@interconexão

__

Ficou com alguma dúvida ? Clique na imagem abaixo e assista a uma aula completa e gratuita onde você vai aprender como ativar e trabalhar a energia arquetípica da maneira correta em sua vida de forma eficaz e acelerada.