Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Você Teme a Morte?




Para alguns esse é o temor básico mais cruel. A razão é óbvia. A terrível angústia do medo, ligado ao pensamento da morte, pode ser atribuído, em muitos casos, a fanatismo religioso. Os supostos “pagãos” temem menos a morte que os “civilizados”. Durante milhares de anos o homem continua fazendo as perguntas não respondidas: “De onde?” e “Para onde?”. “De onde venho e para onde vou?” Em épocas menos esclarecidas, no passado, os astutos e hábeis eram rápidos em oferecer respostas a essas perguntas, por determinado preço. “Vem à minha tenda, abraça a minha fé, aceita meus dogmas e te darei a entrada que te admitirá diretamente ao céu, quando morreres”, proclama um líder do sectarismo. “Permanece fora de minha tenda e o diabo te levará e te queimará por toda a eternidade.” 

A ideia do castigo eterno destrói o interesse na vida e torna a felicidade impossível. Conquanto o líder religioso não possa fornecer salvo-conduto ao céu, nem (por falta de tal disposição) permitir que o infeliz desça ao inferno, essa última possibilidade parece tão terrível que o próprio pensamento toma conta da imaginação, de maneira tão realista que paralisa a razão é causa o medo da morte. 

O mundo inteiro consiste apenas de duas coisas: energia e matéria. Em física elementar aprendemos que nem a matéria nem a energia (as únicas realidades que o homem conhece), podem ser criadas ou destruídas. Tanto a matéria como a energia podem ser transformadas, mas nunca destruídas. A vida é energia, não há dúvida nenhuma. Se nem energia, nem matéria podem ser destruídas, é claro que a vida não pode ser destruída. Como outras formas de energia, pode passar por vários processos de transição, ou transformação, mas não pode ser destruída. 

A morte é mera transição. Se a morte não for mera transformação ou transição, então nada mais vem depois dela senão um sono longo, eterno, tranquilo e o sono não deve ser temido. Assim, você poderá eliminar, para sempre, o medo da morte. 

Três Sintomas que Demonstram Medo da Morte 

1. Pensar em morrer: Hábito que prevalece entre os idosos, embora os mais jovens se preocupem muitas vezes com a morte em vez de aproveitar a vida ao máximo. Isso se deve, frequentemente à falta de propósito ou a inabilidade de encontrar – talvez graças à falta de propósito – uma profissão adequada. O maior remédio para o medo da morte é o desejo ardente de realização, baseado em serviços úteis aos outros. A pessoa ocupada não pensa em morrer. 

2. Associação com o medo da pobreza: Pode-se temer o assalto da pobreza na própria vida ou que a morte cause pobreza aos seres amados. 

3. Associação com doença ou desequilíbrio: Doença física pode levar à depressão mental. Decepção no amor, fanatismo religioso, estado grave de neurose ou insanidade mesmo são também causas do medo da morte. 

O que você procura na vida, presumivelmente, é alcançar sucesso. Para ser bem sucedido é preciso encontrar paz de espírito, satisfazer as necessidades materiais da vida e, acima de tudo, atingir a felicidade Todas essas evidências de sucesso começam em forma de impulsos de pensamento. 

Você pode controlar a mente, tem o poder de fornecer-lhe os impulsos de pensamento que escolher. Com esse privilégio vai também a responsabilidade de usá-lo de maneira construtiva. Você é o senhor de seu destino terreno, do mesmo modo que possui o poder de controlar seu ambiente, tornando sua vida o que deseja que ela seja – ou pode deixar de exercer o privilégio que lhe pertence, de fazer sua vida de encomenda, jogando-se assim ao alto mar das “circunstâncias”, onde será balançado para cá e para lá, qual casquinha nas ondas do oceano.


#trecho de livros com Pense e Henriqueça - Napoleon Hill

Para mais:

   

Postar um comentário

0 Comentários